PONTOS TURÍSTICOS

Praça da Revolução

Até os anos 20 essa praça não existia, o local era apenas uma área de campo do antigo seringal Empreza situada no final da zona urbana de Rio Branco. No governo de Hugo Carneiro (1926-1930) a área deu lugar a construção do prédio da Polícia Militar e ao Presídio Ministro Vicente Rao (atual sede da Prefeitura de Rio Branco) que definiram os contornos da Praça Rodrigues Alves. Décadas depois a praça foi verdadeiramente urbanizada pelo Governador Guiomard Santos e passou a ter seu traçado definitivo. Em 1964, em uma nova reforma empreendida pelo primeiro governador eleito pelo povo acreano, José Augusto de Araújo, a praça Rodrigues Alves ganhou uma estátua do Cel. Plácido do Castro, comandante da Revolução Acreana e por isso passou a ser conhecida como Praça Plácido de Castro. Hoje, depois de uma existência de mais de 80 anos a velha praça, foi completamente reconstruída e modernizada, num gesto de atenção e carinho com este local tão especial e de nossa cidade.